Copos & Garrafas em Ipanema

Domingo 8 da manhã – calçadão de Ipanema…

 

 

 

Parecem estar conversando há tempos…

 

Bonitas as flores caídas sobre o granito…

 

As latas de lixo ainda com muita capacidade…

 

Solitário…aguardando o pôr-do-sol…

 

Estes ‘branquinhos’ gostam de companhia…

 

 

Mais uma que não se aguentou e se partiu em pedacinhos… 
Oferendas cheias de doces e açúcares contribuem com a sujeira do local. Tem que ser assim ??

 

Ei, senhor, você não viu uma brahma passando por aqui ?

 

Quero trocar guaraná por água do Guaíba !

 

Tudo a ver !

 

 

 

Estas estão estando…

 

Alguma boa alma já  havia recolhido algumas….

 

Pombo bem machucado e paradão….

 

 

 

 

 

Estela Sartoá

 

Bem no cantinho…

 

Antena, ou vocação prá capim ???

 

Encorpado no mato…

 

 

 

 

 

Até chegar no namoro….

 

 

 

Outra com um grande fundo colorido e belas flores. 

 

Tentou se esconder….

 

Solitário II

 

 

 

A garrafa do gênio ??

 

Embaixo de bancos e de tudo…

 

Bebendo e descansando….

 

Hoje não é um dia típico…

 

 

 

Até poucas garrafas….

 

Se conhecendo…

 

Já se curtem há tempos…

 

 

 

Arroio joga coisas e mais coisas no Guaíba….

 

 

 

 

 

Quase chegando no saco….

 

Perto dos bares, a situação piora….

 

Outra solitária por aí….

 

Ao sentar no banco, cuidado com o pé…

 

Calçada falante…

 

 

 

Será que estão se entendendo ?

 

Um Senhor.

 

Uisque escocês….

 

Socorro ! Me tirem daqui !!!

 

Suruba…

 

Apontar !

 

Em dois andares ….

 

Mistureca total….

 

Linda manhã primaveril…

 

Um banhinho vem bem a calhar…vamos lá !

 

Ainda sobrou algo ?

 

Canto é canto…

 

 

 

Este é o Imperador dos Copos !

 

Até vamos visitar nossos amigos, depois da cerca…

 

Debaixo da árvore frondosa…

 

Micho ou guraraná ?

 

A solidáo é boa 

 

Surpreendidas, as pombinhas picaram mula….
Quero um encosto nas tuas folhas roxas….

 

Trovoes e chuvas

Antes de propor e executar remocoes em massa por causa da Copa do Mundo, os administradores de Porto Alegre deveriam proporcionar habitacoes dignas aos moradores de areas criticas, como os que estao ocupando as margens do Arroio Capivara, em Ipanema, mesmo que eles tenham que pagar a longo prazo. Pessoas tiveram que ser retiradas do local com água no pescoço na última grande chuvarada.  A foto mostra as águas do arroio passado por cima do leito da rua Tramandaí. Clique na foto para vê-la maior.

Blog no WordPress.com.

Acima ↑